sábado, 16 de abril de 2011

Analisando as coisas



Elas não têm sentindo
Parece que são coisas
Que só acontecem comigo
Eu acreditei no amor
Mas ele me traiu
Ele foi embora junto
Com o mais lindo sonho juvenil
Eu era tão menina só
Sorria quando via o sol
Veio a bruxa má
E mostrou como a vida era má
Também eu chorei demais
Por alguém que nunca amou
Anos passam tão depressa
Coração não tem rancor
Mas ele tem memória porque é com ele que eu lembro
Paixão mal resolvida atrapalha o seguimento da vida
Analisando a dor
Foi só decepção
Cada palavra no ouvido , guardei no coração
E como é que fica a vida
Se não lembro como terminou
Seguir em frente sozinha
Sem a menina que eu sou
Quem sabe  te reencontro só para desabafar
Eu acho que vou  sofrer , eu  sei que vou chorar
Mas olharei nos teus olhos
E direi que te amei
Não tinha maldade, mas amor eu tinha, eu sei
Desculpe por não ter sido A garota dos teus sonhos
Você foi o grande amor
Da menina que eu fui
Da mulher que hoje eu sou
De todas as lembranças ruins
Eu não sei o que dói mais
Se  é lembrar o que foi bom
Não sei se acredito mais
No motivo que terminou
Esse amor que hoje dói
Para você é um tanto faz
Fui mais uma moça jovem
A sofrer por um rapaz
Mas não é assim que eu vejo
Lembro da minha emoção
A cada novo beijo
Suave fria a minha mão
Que pena eu tive que crescer e hoje vivo um papel
Mulher que vive bem a vida
Não conta o passado ao novo
Mas o novo não tem graça, nunca é o que espero
O novo não tem a emoção daquele momento eterno
O que será de mim  não sei
E não sei pra onde eu vou
O novo já passou de novo
Nem chegou a ser amor
Analisando a minha vida
Tive que rever a historia
Queria uma chance ainda
Queria você agora.

Um comentário:

Presença

Não sabia a diferença entre a presença e o nunca estar. Eu não soube desde sempre, Eu nunca estava lá. Só algo que já passou, Ou semp...