Tudo


Tudo é ilusão
Os planos, as lutas, os dias
Os sonhos são ilusões
separadas numa caixinha
Tudo é decepção
Até as grandes conquistas
que sabem ir embora
no momento de sua glória
Tudo é pequeno
Partindo apenas do principio
de que tudo isso
não levará contigo
Tudo é amor
lembra-se do caminho
e da primeira vez
que se viu sozinho
Tudo é dor
pois dói até quando se vai
a doçura do sonho
e o que fica não satisfaz
Tudo é morte
Pois tudo o que hoje vive
logo quando perde a cor
tão logo morre
Tudo é luta
Pois não há descanso na batalha
de saber que todo dia
terá que vencer as mágoas
Tudo é sonho
Pois não terá percebido 
que realizou hoje
o que tanto levara consigo
Tudo é fuga
Pois irá se trancar no quarto
ligar o som alto
e chorará sozinho
Tudo é superação
Pois supera todo dia
aquela maldita magia
do poder de um não
Tudo é ilusão 
Pois julga tão acima
aquele que em sua cabeça pisa
e tira a sua razão
Tudo é igual
Pois quem habita o coração
Já sabia que em vão
Ninguém viveria
Tudo é esperança
a fé te levanta na cama
veste a sua ilusão
e sai em busca do que até então
move o seu dia
Tudo é fé
Pois só se encontra de pé
aquele que sabe
que tudo é Deus
e quando Ele vem
até o ateu
sente a emoção
que habita o coração
Tudo é Ilusão
a lágrima no colchão
o espelho partido
o amor que ficou
o ar que respiro
o dia que nasce
a dor que invade
O dia e a noite
que o tempo reparte
o amor que lhe tenho
e não entrego
a dor que é sua
e eu te nego.


Comentários

Postagens mais visitadas