sábado, 11 de junho de 2011

Nem sei o que dizer



Eu nem sei o que dizer
Parece que o tempo não serviu
Apunhalou-me, é essa a sensação;
Tudo o que eu fiz nos últimos anos
Foi para que um dia eu estivesse pronta
Pronta para você.
E o tempo passa para todos
E todos tomam um rumo na vida
E eu fico aqui
Agora totalmente sem saída.
Você se recompôs, e eu tenho a culpa
De não ter dado certo; era só uma menina.
Eu te amo e ponto. Isso não muda
Mas a realidade é cruel e confusa
Às vezes a verdade
É uma injeção
Ou você se anima, ou pára o coração.
Eu estou sem rumo, to sem asas
To sem caminho, não sou nada
Talvez melhor morrer, que viver assim
Amor que é só meu, vai me sufocar
Se nunca vou te ter, para que respirar?
E todo mundo segue, é essa a sensação
Agora eu não sei
O que será desse coração
Os anos que se passam
E os que passarão
E tantas lágrimas, que continuam em vão.
E essa é lei
Eu só quero saber
Como que se sai
Desse labirinto
Amo você, é isso que eu sinto.
Se eu não consegui dar a volta por cima até hoje
O que será de mim?
Qual será o fim?
Eu só quero ser feliz
E seguir a vida
Dentro de mim
A emoção é a mesma
De quando era menina
E olhei você nos olhos
E achei que fosse minha
E para sempre,aquela alegria.
Eu não sei o que fazer
Seguir tão sem sentido
Amor que vou recolher
Como se não estivesse comigo
Mas dói e é um nó
Na garganta e eu não sei
Se todo mundo segue a vida
Eu também seguirei
Amo você hoje
Amanhã eu já não sei
Queria te esquecer
E só assim seguirei.

Presença

Não sabia a diferença entre a presença e o nunca estar. Eu não soube desde sempre, Eu nunca estava lá. Só algo que já passou, Ou semp...