segunda-feira, 5 de novembro de 2012

Professor


Nem tudo é perfeito
 Mas o imperfeito é professor
 Eu sigo o caminho desde que não tenha dor
 A vida é feita de escolhas
Mas eu nem mesmo escolhi
De todas as verdades
 Essa eu menti
 Não adianta lamentar
Foi assim e tudo bem
Você nem sempre será
A escolha de alguém
Eu sigo, agora sem rumo
 Mas eu vou aprender
 Um dia eu esqueço desse rumo caminho sem volta que é você!
 Que o tempo me ensine
 E que eu entenda o motivo
 De viver ou morrer hoje
Mesmo que você não esteja comigo
 Ensina-me tempo eu não sei essa lição
 Você é meu eterno aprendizado
Ensina o meu coração
 Vou respirar mesmo que seja somente amanhã
Planos muito longos eu não faço
 A vida é noite, tarde e manhã
Perco a noção do tempo
Perco a vista do meus sentimentos
Perco você todos os dias
 Porque perdi para sempre a minha alegria.

sábado, 20 de outubro de 2012

limites



Já sofri mais que hoje
 Já andei pelo mundo 
 Já ouvi muitos contos
 andei por muitos cantos
 Eu sei que isso passa
 Mesmo que pareça impossível
Sei que tudo passa
Sei que não toco o invisível
 Sei que parece que nunca mais
 Eu vou sair do escuro da alma
Mas não é porque não vejo a saída
Que ela não está lá
Vivo respirando fundo
Colecionando dores e cores
 Vivo de respirar
 só para saber o que vem depois
 Essa dor ainda passa
Aprendi sobre meus limites
 Sei que amanhã chegará
 Vivo da felicidade que ainda não existe.

domingo, 26 de agosto de 2012

Éramos


Era seu...
O dia, o sorriso, o plano
Era seu...
O olhar, o andar, o trajeto
Era seu...
O mundo, o gesto, o jeito
Era minha...
A esperança, a vida, a fantasia
Era minha...
A lágrima, a desilusão, a mágoa
Era nossa...
A fragilidade, a inconstância, a fragrância
Era sua..
A minha paz, A minha ira, A minha vida
Era meu plano,
minha vida, só meu o amor.
Éramos nós
Éramos nada, era e nunca foi.

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

O dono do Tempo



Um homem queria o tempo.
O tempo todo para si.
Pensou em guardar sem ventos
O tempo que queria viver.
Ele queria comandar tudo
e evitar as coisas ruins
Se ele fosse dono do tempo
O tempo todo seria feliz.
As crianças não cresceriam
e as mulheres sempre tão jovens
Os bebês não falariam
Não haveria dor num corte
O tempo ele guardou
mas as coisas ficaram tristes
Não havia brincadeiras na rua
casais não tinham ciumes
Meninas não largavam as bonecas
e o cemitério seria um fracasso
O tempo que não passa
Ninguem tinha nenhum trocado
Não chegou o tempo de coisas boas
quem não tinha nada, continuou assim
A barba grisalha era estranha
quem não tinha, não teria enfim
O homem não gostou de ver
Queria crianças crescendo
Queria ver o tempo de mudar
queria ver pessoas amadurecendo
Ele foi no grande baú
e resolveu soltar o tempo
Mas o tempo havia passado
quase não se reconhece no espelho
Meu Deus, que atitude banal!
Prender o tempo é impossivel
Foi ele quem parou no tempo
Quando pensou que controlasse tudo.

domingo, 12 de agosto de 2012

Publicação

<iframe width="600" height="500" border="0" frameborder="no" name="" scrolling="no" src="http://www.bookess.com/embed/PgVRVv"></iframe>

Também a venda no site BOOKESS



http://perse.doneit.com.br/paginas/DetalhesLivro.aspx?ItemID=2061


http://www.clubedeautores.com.br/authors/61913

Publiquei




Galera.


Os livros estão a venda na Internet através de dois sites;

As obras são as mesmas, mas o acabamento e os valores mudam de acordo com o site.


Segue os links para vocês escolherem,

Bjuss


<a href="https://www.clubedeautores.com.br/book/133195--Resgatando_meu_amor"><img alt="Compre aqui o livro 'Resgatando meu amor'" src="//s3.amazonaws.com/media.clubedeautores.com.br/assets/share/clubedeautores_promote_2.jpg" /></a>


<a href="https://www.clubedeautores.com.br/book/133200--GESTAO_DE_PESSOAS_E_COISA_DE_JOVEM_SIM"><img alt="Compre aqui o livro 'GESTÃO DE PESSOAS É COISA DE JOVEM, SIM!'" src="//s3.amazonaws.com/media.clubedeautores.com.br/assets/share/clubedeautores_promote_4.jpg" /></a>



<a href="https://www.clubedeautores.com.br/book/133202--Eu_pensei_hoje"><img alt="Compre aqui o livro 'Eu pensei hoje...'" src="//s3.amazonaws.com/media.clubedeautores.com.br/assets/share/clubedeautores_promote_1.jpg" /></a>

http://perse.doneit.com.br/paginas/DetalhesLivro.aspx?ItemID=2064

http://perse.doneit.com.br/paginas/DetalhesLivro.aspx?ItemID=2062

http://perse.doneit.com.br/paginas/DetalhesLivro.aspx?ItemID=2061

domingo, 5 de agosto de 2012

A menina caída





A menina caiu.
Riram dela.
Meio da estrada.
Coitada! Menina descalça!
A menina se cortou
Ninguém teve dó
O sangue escorrido
ela estava só
A menina pequena
Tão pequena que sumia
O coração estava cheio
e a bolsa tão vazia
A menina de vestido
simplesmente sem batom
a menina se escondia
nem queria aparecer
mas todo mundo ria
e ela vivia sem querer
Ela não tinha paladar
e não sabia correr
muitas vezes não ouvia
e nem sabia o que dizer
certo dia tão cansada
da dor de não viver
resolveu colocar fogo na casa
e aprendeu a correr
todo mundo olhava
e nao conseguiam entender
a menina caída
aprendeu a se impor
não ouvia as piadas
e recuperou o seu batom
procuraram a menina
e ela não obedeceu
ela não estava desaparecida
é que ela cresceu!

AGRADECIMENTO

Minhas queridas amigas Leitoras!!


Esse é um post diferente...
Nunca havia postado algo diretamente a vocês, sempre postei apenas o meu trabalho.


Acontece que desde que criei este blog os meus acessos e mensagens foram tão positivos que 
preciso muito AGRADECER a vocês!


Os meus trabalhos cresceram, e publiquei três livros.


Um é o retrato fiel a este blog e leva o mesmo nome,
EU PENSEI HOJE....


O outro é extremamente especial, pois é um romance-aventura que escrevi quando era uma menina de 13 anos...faz muito tempo. O nome é RESGATANDO MEU AMOR


O texto ficou engavetado aguardando a tão sonhada tecnologia! rsrs


O terceiro relata uma visão particular e atual sobre gestão de pessoas, é bem bacana para quem busca 
crescimento profissional mas nunca vê as coisas darem certo.Chama-se GESTÃO DE PESSOAS É COISA DE JOVEM SIM!


Os links seguem abaixo:


Fico feliz se vocês visitarem e me mandarem mensagens com as opiniões de vocês aqui!


Um beijo bem grande de coração!




http://perse.doneit.com.br/paginas/DetalhesLivro.aspx?ItemID=2062


http://perse.doneit.com.br/paginas/DetalhesLivro.aspx?ItemID=2061


http://perse.doneit.com.br/paginas/DetalhesLivro.aspx?ItemID=2064

Um beijão!

sexta-feira, 4 de maio de 2012

4 paredes



Eu precisava manter a distância
entre quem eu sou e quem eu era
eu precisava compreender o sentimento
da menina que olhava a janela
Eu precisava que fosse assim
tantas mudanças em mim
Eu precisava olhar para o caminho
e parar de amar a minha dor
Eu precisava me desviar
do caminho dos que não sentem
eu precisava dos espinhos
para me sentir viva
Você é parte do meu caminho
eu pensei tantas coisas sobre você
as vezes você me ama
as vezes eu quero te esquecer
mas na maior parte das vezes eu quero te querer
As vezes você me sentiu tão distante
e não me amou mais
as vezes você leu em meus olhos
que eu queria mais
tantas vezes eu fui tantas
e defendi tantos papéis
era santa e louca
a mais doce das cruéis
Não enxerguei o seu amor
e você foi se recolhendo
o tempo que me mudou
foi te amadurecendo
hoje somos dois calados
Amo quando estou do seu lado
Hoje você não declara seu amor
mas não é indiferença que vejo em seu olhar
Tanta coisa para falar
Se fosse apenas pele
já teríamos nos esquecido
mas o amor tem suas formas
Desculpe por não tê-lo visto
Já não sou a menina que você conheceu
e em suas mãos virei a mulher que te surpreende
joguemos fora nossos medos
somos mais que quatro paredes

domingo, 22 de abril de 2012

Sou



Tem dias que eu me questiono
me pergunto,me exponho
me mostro inteira
sem mascara alguma
me ponho a frente de tudo
dos meus sonhos,de mim mesma
tudo eu pergunto
do mais absurdo até a brincadeira
eu danço em outro corpo
e me pergunto se esse é o caminho
eu me escondo quando exponho
o desejo se sobressaindo
eu me uso eu me jogo
eu me viro do avesso
eu me dou,eu me entrego
eu me retiro por inteiro
eu observo,eu sobrevivo
eu sorrio de lado
eu me admiro,eu me acho
eu sou menina de trança
eu sou mulher de salto
eu sou o grande amor de alguém
eu sou amores de quem?
eu sou aventura,loucura
sou a calmaria,o dia
sou sangue nas veias dele
sou menina a brincar com o outro
sou historia ,diversas rimas
descobrindo quem sou
pouco a pouco
sou os s erros que eu quase acerto
sou os passos que eu quase dei
sou o que eu sou
e eu me reivento
quase tenho o poder de parar o tempo
quase mudo de rumo com o vento
quase sou o mistério
sou a quebra de qualquer juramento

Nunca deixei



Eu não deixei de ler meus livros
nem deixei de ouvir minhas músicas
Mas os meus ouvidos já são outros
e as letras não me inspiram
Eu não deixei a porta aberta
mas não espero que ninguém entre
não espero que batam antes de olhar
não espero que me tranquem quando eu chorar
Eu não deixei de sonhar meus sonhos
mas eles já não mais o meu futuro
eles são o meu presente
o meu passado nada me diz
eu não deixei de ser criança
mas ela era infantil e imatura
pobre menina de trança
não sabia nada da vida
eu não deixei de ser eu mesma
mas eu fui tantas tantas vezes
fui , sou, quis ser
troquei de lado,desfiz os laços
permiti viver
abracei causas perdidas
e quem era meu não era nada
os conflitos que nunca imaginei
com pessoas por mim amadas
eu não deixei de acreditar
eu juro que em nenhum momento
mas Deus me deu o dom de fraquejar
para que os meus joelhos se dobrassem em tempos
eu não deixei de olhar para o céu
mas as nunvens não são de algodão
o desejo, a vingança, o ódio
cada um tem prazer,no meu pódio
eu não fui sempre certa
e muitas vezes eu não fiz questão
a mesma verdade que prende,liberta
quantos erros em nome do coração
eu nunca me fiz de nada
eu era menina, era inocente
eu não sei o que você esperava
eu era o que eu era, simplesmente.
Hoje eu não sou mais aquela
o tempo me mudou,tantas coisas me mudaram
eu nunca deixei de tentar
eu posso ter deixado tantas coisas no tempo
mas eu nunca deixei de te amar.

sábado, 7 de abril de 2012

Fui



Eu fui até lá
não era nada
eu voltei aqui
e você não estava
eu fui tão feliz
eu fui enganada
eu fui mentir
para ser amada
eu fui tão fiel
eu fui até o céu
eu fui tão maldosa
eu fui cruel
eu fui tão apaixonada
eu fui inconsequente
eu fui tão cega
e intransigente
eu fui o que eu fui
eu fui muitas de mim
eu fui sua inteira
e parte de mim você não quis
Eu fui seu brinquedo
seu objeto,seu objetivo
eu fui te seguindo
acabando comigo
eu fui tão menina
e eu sofri
a vida ensina
eu não fui feliz
eu fiz um rascunho
um pedaço de mim mesma
hoje sou inteira
o que eu sou,não lhe interessa.
Eu sigo a vida
de um jeito mais leve
eu me amo,me apoio
me perdoo por tudo
você vai pagar
por se aproveitar de um sonho
que você pisoteou
enquanto eu,sem saber quem eu era,te dei o controle de tudo
A vida  dá voltas
e eu não volto a ser aquela
você vai chorar
ao lembrar  que jogou tudo pela janela.
Nessa estrada eu não volto
eu não quero mais te ver
Vou ser feliz de fato
sou mulher agora,não vai me convencer.

terça-feira, 3 de abril de 2012

Tiro no Peito


Você já quis um mundo novo
já teve vontade de abandonar tudo
Já sentiu tanto peso em seus ombros
que se sentiu num mergulho profundo
já lhe faltou o ar para respirar
já olharam no fundo dos seus olhos
ja mentiram tanto para você
que aquela mentira virou seu ponto fraco?
Já lhe mostraram que podia confiar
sorrir,amar,tudo enfim
e quando você começou a acreditar
perdeu o jogo sem jogar
já lhe mostraram a perfeição
e cada palavra ecoou em sua mente
já lhe fizeram uma canção
e queimaram com os olhos o que para sempre?
já mentiram que o tempo cura
eu te digo, ele apenas passa
a sanidade das suas loucuras
foi tudo que o guiou os passos
Eis que surge um novo mundo
neste o amor não é tão puro
eis que vê em sua frente
o novo amor do seu amor profundo
é como um tiro no peito
mas você desvendou o mistério
vai carregar a sua dor
e quando chorar,sem desespero
eis que surge a nova consciencia
isso é amadurecer
não se revolte,perdeu a inocência
pegue o seu amor,e aprenda a viver.

Reencontro

Uma parte importante de mim ficou esquecida
Uma parte da minha essência eu perdi
Uma voz que se calou na luta perdida
Um grito que eu abafei,quando eu senti
Rever você foi algo que eu não esperava
Emoção outrora perdida, enfim renovada
Me fez parar para pensar em cada detalhe
Como se tudo estivesse sempre por um fio...
Estranho olhar para seus olhos agora
São olhos de quem não compadece,são frios
Estranho saber que se passa um filme
E o roteiro nunca existiu
Revê-lo nessa noite tão fria
Me fez repensar a minha jornada
O que venho largando na vida
O que de valor abandonei nesta estrada?
Olhando para ti agora
vejo que não és mais um garoto
Eu sou uma mulher nesta hora
e te vejo ser homem,ser louco
Eu tanto fiz que consegui
Mas não foi assim que imaginei
O reencontro que não me deixava dormir
Foi tão frio,tão fraco, tão vazio
E agora sou obrigada a seguir
Como se nunca tivesse me machucado
Recolher o que resta de mim
Olhar pra você, como se nunca tivesse te amado
O que vem agora eu não sei
Mas é grande a dor no meu peito
Eu deixei pra trás a ilusão
e sigo ...apenas porque não tem outro jeito...

segunda-feira, 26 de março de 2012

Bailarina


  A pior sensação
é essa de que nao há nada que se possa fazer
eu perdi o tempo
eu nao posso viver
é um peso muito grande
é uma vida pela frente
é um futuro que chegou
é um mundo nas mãos
é uma menina no chão
é um corte no rosto
um tiro no coração
é algo que abala
de uma forma tão profunda
a voz que se cala
desabando a estrutura
é ver você seguir
sem olhar para tras
é procurar os meus amigos
e nao me ver capaz
é dirigir um carro alheio
e por medo de bater
andar tão devagar
que acaba acidentado
é como beber um gole só
de qualquer coisa sem um nome
é como se apaixonar por um garoto
e reencontrá-lo como homem
é como ser sempre a bailarina
da sua nobre caixinha de musica
dançando pra você com os pés cansados
e não aguentar ver quem está ao seu lado
eu tive fé no futuro
caia e levantava
mas tem hora que a gente acorda
de passar a noite acordada
o futuro acabou
porque ele não veio para mim
você se tornou
eu não sou, nunca existi
e se amar é ser criança
porque você não me esperou crescer?
o que será da minha dança
quem sou eu, sem você?
fim de jogo e quem ganhou?
o tempo marcou o placar
eu perdi,  você nem começou a jogar.

quarta-feira, 7 de março de 2012

mais forte

Eu agora,,anos depois
Entendi tanta coisa
Que nunca saberia explicar
sei que o 'nós dois'
nunca existiu;jeito de falar..
Aonde eu estava esse tempo todo
para onde me levei
que não tive nada novo?
O que fiz de mim
porque me condenei?
tinha tudo pra viver
e agora eu sei
que nada vai mudar
o que já sofri
você não tem idéia
do quanto vive em mim
é um rio de emoções
tantas dúvidas que restaram
mas o mais importante foram as marcas do passado
sinto que eu cresci
ainda que falte algo
não sou mais a menina que chora no quarto
você tão homem
e tão acompanhado
não sabe que te amei
com a força de todo um passado
Eu sinto que está nascendo
uma cicatriz
vou renascendo
pensando em ser feliz
claro que seu lhe ver vou chorar baixinho
mas estou mais forte
qual será o meu destino?


Presença

Não sabia a diferença entre a presença e o nunca estar. Eu não soube desde sempre, Eu nunca estava lá. Só algo que já passou, Ou semp...