limites



Já sofri mais que hoje
 Já andei pelo mundo 
 Já ouvi muitos contos
 andei por muitos cantos
 Eu sei que isso passa
 Mesmo que pareça impossível
Sei que tudo passa
Sei que não toco o invisível
 Sei que parece que nunca mais
 Eu vou sair do escuro da alma
Mas não é porque não vejo a saída
Que ela não está lá
Vivo respirando fundo
Colecionando dores e cores
 Vivo de respirar
 só para saber o que vem depois
 Essa dor ainda passa
Aprendi sobre meus limites
 Sei que amanhã chegará
 Vivo da felicidade que ainda não existe.

Comentários

Postagens mais visitadas