Libertar


Confusão, brigas, gritos.
Eu não quero ouvir berros.
Nem destruir sonhos de ninguém.
Eu não quero me prender.
Libertar-se é prender-se novamente.
Livre de mim mesma, presa a você.
Livre de me obrigar,
Mas fazendo por você
O que nunca foi feito por mim.
Livre de pensar
Como se eu soubesse
Que se parasse para pensar
Largaria tudo.
Sonhos para quê?
Pensar em te largar
e querer viver sem você.
E a solidão, a dor, a magoa
As fotos, as imagens
As pessoas perguntando...
Percebe a gravidade?
Pensamos no mundo
Mas não na gente.
Penso em você de tantas formas,
Você me sufoca.
Eu não te largo, não te admiro,
Não queria você.
Mas me prendi novamente,
buscando a liberdade.
A alma livre não suporta gritos.
Eu não sou essa que você possui.
Minhas certezas, e vou viver.
Não importa a vaidade,
Não importa idade, nem sociedade.
É a minha alma que está presa.
Rasguei as fotos.
Você não me ama.
Nem respeita, nem nada.
Suporto dores, mas ingratidão me consome.
Fui embora,
Bati a porta. Perdoa por ter mentido pra você.
Não sou essa menina, que tudo aceita e tudo perdoa.
Vou me libertar, ser a mulher inteira, que você pensou dominar.

Comentários

Postagens mais visitadas