terça-feira, 22 de julho de 2014

Quantos?

Quanto tempo a gente leva para crescer?
Quantos anos duram o processo?
O que chamam de amadurecer?
Quando é retroagir e quando é progresso?
Quantos sonhos cabem numa noite?
Quantas loucuras te dão o sangue na veia?
Quantas crianças inventaram as regras?
Quantas  as que sabem que é brincadeira?
Quantos colchões guardam lágrimas antigas?
Quantas mulheres ainda são meninas?
Quantas pessoas possuem o dom de ser?
Quantas pessoas se orgulhar pelo ter?
Quantas dores cabem numa história?
Quanta perfeição cabe na maquiagem?
Quantos amores foram inventados?
Quantos que amam e apenas são usados?
Quantas tranças no cabelo viram cordas?
Quantas princesas possuem pulsos cortados?
Quantos sonhos não são nada no mundo globalizado?
Quantas sextas feiras fazem um grupo de amigos?
Quantas besteiras fala quem não interessa?
Quantas pessoas julgam sem conhecer?
Quantos saltos são feitos de falso poder?
Quantos perfeitos são apenas seres humanos?
Quantas lágrimas correm para dizer um te amo?
Quantas pessoas são capazes de se realizar?
Quantas respostas são possíveis de se quantificar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Presença

Não sabia a diferença entre a presença e o nunca estar. Eu não soube desde sempre, Eu nunca estava lá. Só algo que já passou, Ou semp...