Pular para o conteúdo principal

Deixe-o saber



Quando você tiver um  filho, deixo-o saber...

Que os adultos não possuem todas as respostas.Então que ele nunca deixe de fazer nada por ter duvidas,elas irão acompanhá-lo a vida inteira.
Que a segurança é uma inconstância e que a certeza do momento deve ser sustentada,
pois muitas vezes essa certeza precisará ser reafirmada.
Que o amor da vida dele pode estar na vida de outra pessoa.
E que apesar de toda a dor que o amor causa, ainda é possível seguir a vida prometendo a si mesmo respeitar o próprio sentimento, mas nunca se deixar paralisar por ele.
Que esperar o momento certo para agir pode fazê-lo perder muitos momentos importantes, muitas vezes ele terá de agir sem saber o que está fazendo, apenas com a certeza de que não poderá não fazer nada.
Que é preciso  estudar, batalhar dia a dia pelo sustento, e que deverá ter orgulho do próprio trabalho,e deverá abrir a mente para aprender sempre.Mas que a vida exige um equilíbrio entre comprar coisas e ganhar pessoas.Momentos felizes não serão comprados em lojas.Poderá haver um momento mágico, e ele não estará lá.
Que dinheiro não compra felicidade, embora muitas das vezes pareça que sim. A  felicidade consiste em realizar sonhos, e esses sim,o fará se sentir imensamente feliz.
Que amigos se vão. Sim,os anos passam, as pessoas crescem, a vida vai ficando cada vez mais exigente. Aquela amizade que ele mais considerará, poderá nem saber como ele está dali a dez anos. E que talvez fiquem alguns amigos para a vida toda, mas não em todos os momentos.
Que as pessoas são más. Que elas  tem prazer em denegrir, rebaixar, roubar o brilho dos olhos muitas vezes. E que algumas dessas pessoas estará entre as que ele mais considerava.
Que os sonhos são pessoais e intransferíveis. Diga a ele que poderá sim, que terá o direito de ser o que ele quiser, de sonhar com a viagem, com o presente, com o abraço, com o mundo! Independente da situação atual, sonhar é a única forma de realizar as coisas.
Deixe-o saber que todas as pessoas merecem ser felizes. Que julgar não cabe a ninguém e que nenhum sofrimento é eterno.
Que as vezes ele vai perder o chão e ainda assim precisará caminhar. Que a vida não espera as coisas serem do nosso jeito. Nós é que temos de estar preparados para os imprevistos.
Que viver um dia de cada vez não é desesperador. É nisso que mora a esperança. Um dia você coloca um tijolo, e de repente o castelo estará lá.
Que  somos todos humanamente iguais, mas ele irá ouvir alguém falar que não, porque a cor da pele das pessoas são diferentes;mas deixe-o saber que isso é um absurdo, as pessoas são muito mais que isso.
Deixe-o saber que não deve desistir. Há sonhos que podem levar anos para tomar um forma real. Há pessoas, situações e lugares que podem enfraquecer sua força.Ele poderá chorar, recuar, mas desistir não é opção , desistir ele não pode. A persistência é a única ponte entre o que se é e o que se pode ser.
Deixe-o saber o quanto você o ama. Esse amor vai sustentá-lo em tantos momentos durante a vida, e é pra esse amor que ele sempre voltará.
Deixe-o saber que você também não sabe tantas coisas. Não vai confirmar as teorias que ele vai ler na internet, e que certamente ele irá saber mexer em aparelhos tecnológicos melhor que você;e que uma porção de coisas vocês aprenderão juntos. Deixe-o saber que você não sabe tudo, e mesmo assim você não desistiu.Deixe-o saber que muitas vezes as pessoas não sabem o que falam, deixe-o saber que ele poderá ser muito mais que aquilo que dirão a ele. Deixe-o saber que nascemos e morremos sem saber de todas coisas... e por isso devemos valorizar quem nos ama, ajudar quem nos ajuda e ser feliz com todas as nossas conquistas.
Deixe-o saber que o coração é capaz de sentir uma calmaria no momento de aflição, e que essa é a paz de Deus.
Deixe-o saber que cada passagem neste mundo é unica, e que nunca saberemos o suficiente para começar a começar...esperar um grande dia ou algo assim. A vida é feita no agora!
 Deixe-o saber que as emoções, boas ou não, engrandecem o ser humano, e que viver é bom, mas viver pra ser feliz..ah, isso não tem preço!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A morte da menina

Morreu ela.
Coitadinha.
A menina,
menininha.
E agora,
Quem enterra?
Quais as culpas,
morrem com ela?
Você que vive,
Me diga por favor,
Como é viver
Sem ser digno?
Morreu você,
Morreram todos.
Andam sem saber,
Que todos somos.
Somos culpados
e inocentes,
Sangue derramado,
Vida inconsequente.
Você é melhor que o morto?
Na escala de quem?
Você se faz melhor que outro,
só por rezar e dizer amém?
Amém uns aos outros,
malditos infelizes.
Não adianta fazer tatuagem,
nas suas cicatrizes.
Vocês a mataram,
Ela morreu sem saber.
Que com a força que ela tinha,
não dependia de vocês.
Morram nos seus casamentos,
morram nas suas rotinas,
Mas não se achem mais vivos,
Que aquela formalizada morta menina!

Rei

Acaba com tudo,
acaba com isso,
Ó poderoso, rei dos reis.
Acaba com o mundo,
Ou muda tudo,
Ó poderoso, eu sou, eu sei.
Será que está assistindo,
Qual prazer isso lhe dá...
Será que mora em todo mundo,
Qual a maldade escolheu inventar.
Se fosse eu criador
Não teria criaturas sem amor.
Mas dão o nome de liberdade,
E ficam expostas as verdades.
Olho para o céu, ou para o mar.
A perfeição é tanta...
Mas está difícil caminhar.
Dói a garganta, arranha.
Se eu soubesse que é bom o lado de lá,
Eu iria agora mesmo.
Mas será a fé apenas um desespero
da vida adulta na infância.
Acaba com a dor, ou me ensina
Como ser daquelas pessoas que sabem sorrir.
Se existe uma luz de verdade aí em cima,
Ilumina o mundo e caia sobre mim.
Será a vida somente isso,
Luta e respira tão pouco.
Ainda bem que o amor é ilusão,
Pois só ilusões dão sentido a esse mundo tolo.

Momento

Não era esse,
Não era essa,
Não era ele,
Não era ela.
Aguarde o próximo
ônibus, emprego, amor.
Fica pra próxima,
Depois eu te ligo.
Somos passagens,
Mas eu sou flutuante.
Alguns são paisagens,
Eu sou um instante.
Nessa passagem de vida,
Nada levo comigo,