Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril 15, 2014

Café

Houve um tempo em que eu tinha que voltar para dentro de mim e ficar quieta. Eu tinha que colocar a minha alma de volta em mim, e ficar esperando... Esperando passar algum grande fato que nunca chegava. Eu tinha que guardar meus sonhos porque eu tinha medo. Não era um medo de escuro, como um medo de criança. Eu tinha medo de ter medo. Eu tinha um medo que não me bloqueava para nada; eu tinha um medo que era meu amigo, minha companhia, parte de mim. Eu tinha um medo que me fazia deixar passar o tempo, assim como passar tudo o que não me fazia ser feliz. Nem triste. Era um medo que me deixava observadora, inerte, incapaz. Incapaz de quê? Eu não me sentia incapaz de nada, porque eu não queria nada. Era um medo que não me assombrava, não me fazia mal, não me fazia nada. Talvez nem fosse medo. Fosse uma total falta de vontade de ir atrás de alguma coisa. Existe uma vida que não quer nada? Eu não queria. Era uma sensação boa de caos. Eu controlava o meu caos. Eu sabia a temperatura do meu …