Ideia


O amor é uma ideia,
Momentos são o amor.
O amor é uma platéia,
Ama quem não vive na dor.
O amor é um experiência,
Mais uma forma de relação.
Amar a Deus sobre todas as coisas,
Faz com que você ame o perdão.
Amar ao próximo como a ti mesmo,
Que amor a si mesmo reserva?
Fazer do outro a sua vida,
Não é você mesmo que se renega?
Amar de verdade talvez seja simples,
Sentir os raios de sol no seu rosto.
Passear, encontrar uns amigos;
Ter planos e levantar de alguns tombos.
O amor talvez não seja soberano,
É apenas a vivência,
Pois não há sentimento mais humano,
Que une Deus, pessoas e crenças.
Talvez você ame mas não tanto assim,
Menos amor e mais intensidade,
Tem quem ame o tempo todo,
Tem quem ame só pela metade.
E se não durar, amor que não era.
Ou será o amor capaz de esvair?
Talvez durou pouco porque amar cega,
E enxergar é necessário para não cair.
E nessa ideia de que devemos amar,
Inibimos o nosso ódio sincero,
Esse também merece seu lugar,
Sentimentos humanos do jeito mais óbvio.
Eu te amo e talvez eu morra de amor.
Mas não é esse amor que vai me matar.
Negocio todo dia com a minha dor,
Viver é tão bom que odeio amar.
E se o ódio também for só uma ideia,
Ódio e amor são meros pretextos,
Cada um faz o que melhor convém,
E eu amo e odeio cada palavra do meu texto.


Comentários

Postagens mais visitadas