terça-feira, 25 de agosto de 2015

Fardo

Resultado de imagem para fardo do peregrino

Uma vida inteira não basta,
Precisamos de mais tempo.
Um perdão, uma noite...
Não demonstra o sentimento.
Mundos diferentes,
Sofre tanto o coração,
Nunca te alcanço,
É melhor seguir com o não.
O amor nada entende,
Não sabe as diferenças,
Enfrentar o mundo,
é muita fé e pouca crença.
Deixe-me seguir...
Sempre sozinha, sempre vazia.
Deixe-me morrer por dentro...
Assim sem paz, assim sem vida.
Foram as circunstâncias,
Ou a nossa fragilidade,
Foram tantas coisas,
Nossa realidade.
Sempre faltará algo,
E seguir assim é triste,
A vida se torna um fardo,
E sorriem os infelizes.
Sinto muito não lutar,
Me acovardo e sofro,
Sempre será amor,
Mesmo que tenha outro.
Essa vida foi injusta,
Com minhas lutas e minhas feridas.
Deixo o amor morrer,
E sigo triste e sozinha.
Se eu pudesse teria feito
Tudo diferente,
Mas o amor não é perfeito,
Nem foi feito pra gente.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Presença

Não sabia a diferença entre a presença e o nunca estar. Eu não soube desde sempre, Eu nunca estava lá. Só algo que já passou, Ou semp...