Criança



A realidade se apresenta.
Quer você queira, quer não.
A realidade te contradiz,
Você nem acredita ser feliz.
A fantasia se desfaz,
E você nem sabe mais o que é sonho.
Ouvi que devia sonhar,
Mas a realidade não fica de canto.
Existe um mundo na sua cabeça,
Onde respeitam seus sentimentos,
Será que não tenho direito a uma realidade
que faça jus a tantos tormentos?
Será que seus erros são tão eternos?
Será que acreditar pode ser tão ruim?
Queria eu segurar o tempo...
Queria eu não estar aqui.
A realidade não é empolgante,
Ela se apresenta dia após dia.
As dificuldades, as perdas, os danos.
Todos opostos de todos os seus sonhos.
A empolgação pode ser venenosa,
As suas forças vão se acabando.
Será que ser feliz no agora,
significa respirar fundo de vez em quando?
Agora estou no deserto da vida,
tempestade de areia, apenas ilusão.
Corri por tudo e nada possuo,
Partiram mil vezes o meu coração.
O que esperar dessa vida agora?
Eu, você e nossos sentimentos.
Queria ser a criança de outrora,
Sorrir apenas de sentir o vento.
Há uma força que não me deixa desistir.
Talvez isso seja esperança.
Sem planejar eu vou seguir.
Dia após dia, feito criança.

Comentários

Postagens mais visitadas