sábado, 31 de janeiro de 2015

Faca no Peito



Faca no peito,
Falta de ar.
Pisar na incerteza
Não ter asa pra voar.
A vida é assim,
Independente de como é,
Não seja ingrato,
Por não se ter o que se quer.
Engole o choro,
Não ame a dor.
Desapague da fantasia,
Enxergue a cor.
Decepções são escolas,
fique feliz por aprender,
Quando você for embora,
Nada terei a perder.
Eu também estou sofrendo,
Está sendo difícil pra mim,
A atitude foi sua,
A decisão eu tomei.
Perder o chão e ainda caminhar,
Essa solidão, essa mesma falta de ar.
Sinto muito, já me causaram isso,
Hoje desse lado,
Lembro quando foi comigo.
A vida é assim, eu errei também,
Seja feliz ou seja o sonho de alguém.
Faca no peito,
Meu coração bate forte,
Não sei o que me espera,
Mas não posso ficar nesse comodismo.
Preciso de emoção,
Amor não pode ser só isso.

Quanto mais o tempo passa


Quanto mais o tempo passa
Mais tempo eu queria ter,
Quanto mais eu aprendo,
menos eu sei viver.
Quanto mais eu vou vivendo,
vejo que não fui eu mesma,
Quanto mais eu vou amadurecendo,
Vejo quantas coisas são bobeiras.
Quanto mais acompanhada,
Mais solidão eu vou sentindo,
Quanto mais sei a verdade,
Mais vezes eu minto.
Quanto mais educação
Mais me guio por instinto,
Quanto mais sou coração,
Mais na pele eu sinto.
Quanto mais eu sou adulta,
Mais a criança eu admiro.
Quanto mais eu vou a luta,
Mais me derrubam, mas eu sigo.
Quanto mais amor eu tenho,
Mais ódio me despertam,
Quanto mais eu fantasio,
Mais a realidade me liberta.
Quanto mais eu quero ter,
Mais o ser grita na alma,
Quanto mais eu aprecio o ter,
O que não se compra me deslumbra.
Vai ver sou daquelas pessoas,
Que a felicidade acontece,
Essas regras bobas,
Fica para quem nelas se engrandece.
Quanto mais eu dou risada,
Mais feliz eu quero ser,
E o que é simples me encanta,
É sonhando que vou ser.
Quanto mais o tempo voa,
Mais a alma passeia,
Ser feliz é ser você,
E você mesmo não se aceita!

Sonhador, louco e abusado


Já parou para pensar
Que nunca deu força aos seus sonhos?
Já parou para pensar
Que nunca escolheu nada de fato?
Já parou para analisar,
Que se viu sempre com os olhos dos outros?
O quanto você deixou impregnar,
O quanto a maldade  foi seu tormento?
Já pensou em se ver sem as suas roupas tão puritanas?
Já tirou a venda dos seus olhos,
Já sabe o que será da sua vida?
Ama mesmo quem está ao seu lado?
Já pensou na estrada,
Era esse mesmo o seu caminho?
Já usou o coração de alguém,
apenas para que o seu não fosse tão sozinho?
Já deixou se abater por conta de comentários?
Já determinou o impossível,
Como parte dos seus passos?
Já se libertou dos medos e agora fará algo que sempre quis?
Já parou de julgar para começar a ser feliz?
Já amou uma pessoa e fez dela o seu mundo?
Já mudou de sonhos apenas por querer o absurdo?
É nesse absurdo que você mora!
É exatamente onde os outros não querem ver você.
Viver sem buscar alegria não incomoda,
Mas a vida sem sonhar não é viver.
Já olhou nos seus olhos e viu seu melhor amigo?
Já deu a força ao seu sonho e resolveu correr perigo?
Levante, não chore, faça acontecer!
Viva a sua vida devendo satisfação apenas a você.
Já parou para pensar o quão longe você pode ir?
Não é seu passado, nem julgamento o que vai te definir.
Seja sonhador, louco, abusado, mal educado, mas seja feliz!

Presença

Não sabia a diferença entre a presença e o nunca estar. Eu não soube desde sempre, Eu nunca estava lá. Só algo que já passou, Ou semp...