Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março 22, 2015

Mera Formalidade

Formalizo a minha despedida.
Formalizo o final de tudo,
Formalizo a minha saída,
O final da vida neste mundo.
Meras formalidades,
Um pouco de educação,
Num mundo de covardes,
A coragem gera solidão.
Morri ao chorar feito criança,
Quando descobri minhas verdades.
Morri ao perder as ilusões,
E fiquei com a dura realidade.
Morri quando concordei,
Mas eu queria mesmo era gritar!
Morri quando dei a minha vez,
Depois de tanto esperar.
Morri quando deixei que você fosse,
Como se viver fosse tão fácil.
Morri quando chorei de saudade,
E vi desfazer importantes laços.
Eu queria receber notícias.
Amigos tão queridos um dia,
O amor da minha vida indo embora,
E eu fingindo que tinha alegria.
Formalizo o enterro dos meus sonhos.
São crianças que nunca crescem.
Eu queria olhar nos seus olhos,
e dizer a verdade que me entristece.
Eu disse não, eu abri mão.
Eu briguei por causas e pessoas,
A forma como me vi,
A maneira como vivi.
Esse uso errado que fiz de mim.
Não era só mais um na multidão,
Eu não …