domingo, 12 de abril de 2015

Tarde


Foi tanta dor,
Que me fiz mais forte.
Ferida exposta,
Nem sinto mais o corte.
Foi tanta historia,
Que não quero contar.
Foi tanta lágrima,
Que desisti de chorar.
Foi tanta queda,
Que aprendi a levantar.
Foi tanta falta,
Que aprendi a me ausentar.
Foi tanta solidão,
Que aprendi a ficar bem.
Foi tanta decepção,
Que não preciso mais de ninguém.
Foi tanta ilusão,
Que aprendi a questionar.
Foi tanta promessa,
Que escolhi não mais confiar.
Foi tanta gente,
Que cansei de tantos conceitos.
Foi tanta intromissão,
Que esqueci que tinha direitos.
Foi tanta questão,
De coisas que nada valiam.
Foi tanta valorização,
de pessoas que não mereciam.
Foi tanto sufoco,
Que aprendi a respirar fundo.
Foi tanto não,
Que mudei varias vezes de rumo.
Foi tão intenso,
Que aprendi a ser mais leve.
Foi tanto amor,
Que amar mesmo poucos se atrevem.
Foi tanta coisa,
Que agora tanto faz.
Revi minha historia,
Te amar tirou minha paz.
Se fosse ontem,
Tudo seria diferente.
Mas voltou tarde,
Agora eu que vou seguir em frente.

Presença

Não sabia a diferença entre a presença e o nunca estar. Eu não soube desde sempre, Eu nunca estava lá. Só algo que já passou, Ou semp...