Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 20, 2015

Consumo

Andei pela praia com meus pés descalços,
Revi minha história nas ondas do mar,
Segurei com firmeza os meus sapatos,
Era o momento de me reencontrar.
Foram tantas coisas e tantos sentidos,
Sentimentos que não sei explicar,
Decepção, ilusão, sonhos infantis,
Mataram a criança dentro do meu olhar.
De repente o que importa é o que fica,
Se não sinto a angústia a me dominar,
e se sozinha eu sigo, mas sozinha não me sinto,
Estou aprendendo o que é me amar.
E se nessa história eu pudesse apagar algo,
Tiraria as lágrimas que não valeu derramar,
Tiraria a falta de dizer o que senti,
Tiraria a consideração que tive por eles,
Pois não sobrava nada para mim.
Tantos laços teriam sido desatados,
Tanta gente que sabia dos meus sonhos,
Manipularam a menina afagando seu cabelo,
Mentiram, incentivaram e apontaram os dedos.
Mas ela aprendeu e cresceu com tudo aquilo,
As questões, os amores, os nãos, os gritos...
Tudo faz um sentido agora,
Sente a paz de quem lutou pela vitória.
Para viver é preciso con…