Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março 12, 2016

Permita-me

Você não me conhece,
Embora tenha me conhecido.
Não me reconheceria.
Eu não teria me reconhecido.
Queria me apresentar a ti,
Como alguém que não conhece,
Para que conhecesse essa,
Que a essas linhas escreve.
Essa sou eu agora,
Um novo eu, um novo jeito.
Ainda fico vermelha com elogios,
Ainda falo mexendo nos cabelos.
Ainda escondo segredos nos olhos,
Mas muito que já vivi,
Me ensinou o que deve ser compartilhado,
E o que devo deixar ir.
Eu queria que me visse hoje,
E sorrisse esquecendo os recados,
O tempo pode ser a chave mestra,
Que abre as portas do passado.
Eu não sou saudosista,
Caibo bem dentro de mim,
A minha alma foi ao inferno,
Para voltar e ficar aqui.
Sabe, eu queria te contar coisas simples,
Compartilhar as cores do meu mundo,
E se eu falasse coisas tristes,
Depois de chorar, mudaria de assunto.
Eu queria tanto ter a chance com você hoje,
Depois de morrer aquela menina inocente,
Seria a coroação de toda essa história,
Seria da vida, o mais belo presente.
Não quero ser mel…