Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho 22, 2018

Bolhas nos pés

Até eu chegar a mim,
Eu fui o que disseram.
Até eu olhar para mim,
Me entorpeceram.
Me levaram para um lugar ruim,
e lá era muito longe.
Todas aquelas dúvidas em mim,
A sede era a própria fonte.
Enquanto me roubavam a paz,
Tiraram minhas esperanças.
Eu nunca estava lá,
Eu era sempre criança.
Quantas bolhas cabem nos seus pés?
Rezei até meus joelhos sangrarem.
Por quantos milagres esperam uma única fé?
Vaguei por tantos lugares.
Eu estava sempre sozinha,
Eu estava sempre enganada,
Eu vivia sempre chorando,
Dentro da minha vida fantasiada.
Você conhece a